Normcore

o-NORMCORE-facebook

Devo confessar que passei um tempo cansada de moda. Cansada de ver as mesmas coisas sendo ditas, usadas e aclamadas. Cansei de ver gente julgando outros por ser diferente e gente julgando a si mesmo por não ser igual. Mas existe algo mais no se vestir do que apenas isso.

Se vestir é uma forma de expressão, uma forma de mostrar quem você é e quem você almeja ser. A roupa é uma expressão de nossos pensamentos, uma manifestação do nosso interior. Outro dia estava reparando em como meus professores se vestem, usando isso como uma metáfora para todo o resto da sociedade. Reparei que professoras de direito civil tendem a se vestir de uma forma mais máscula, ou quem sabe prática, como professores de filosofia ou sociologia se vestem com tecidos simples, roupas menos pomposas que os professores advogados desfilam. É como se usássemos uniformes que retratam nossas profissões, nossos interesses, talvez até nossos hobbies e paixões.

normcore-10nymag normcore-dior-coat-1542x1976

Por isso achei interessante quando ouvi falar sobre esse novo estilo de se vestir, o Normcore. É um movimento que vai contra o excesso de ter da nossa sociedade. Vai contra o exacerbado, o excesso de acessório e até o de de luxo. Um movimento que busca uma espécie de conforto em não ser nada de mais.

Eu, que fui criada nesse mundo do querer ser (do querer ser bonita, bem sucedida, inteligente) me admiro com um movimento como esse. Um movimento que tira das nossas roupas toda a importância que as foi dada por nós mesmo. Um movimento que busca uma simplicidade no dia-a-dia.

Aceitar o simples pode ser muito mais difícil do que aceitar o exagero. Eu, por exemplo, fui criada para rejeitar a média, a não querer ser mediana, medíocre. Mas e se fossemos? E se não tivesse problema sermos mais um em 7 bilhões? E se pudéssemos nos vestir com calça jeans e camiseta, mesmo estudando direito, ou pior ainda, mesmo sendo juízes e advogados? E se o que vestíssemos não importasse tanto?

Isso claramente não é uma possibilidade no meu mundo e, sendo a apaixonada por moda que sou (mesmo tendo meus períodos de rejeição ao mundo da moda), não sei se gostaria que fosse. Só acho interessante imaginar, por segundos que seja, como tudo poderia ser diferente. normcore

Inspiração: Emma Stone

Todo mundo está falando sobre essa ruivinha por dois motivos que são a) ninguém consegue mais aguentar a expectativa do novo filme do espetacular homem aranha e b) ela arrasou na sua última entrevista, além de fazer a melhor apresentação de lip sync que o The Tonight Show já viu! http://youtu.be/bLBSoC_2IY8
Então nada mais justo que olharmos um pouco para os looks dessa gata não?

20140430-073914.jpg

20140430-073919.jpg

20140430-073923.jpg

20140430-073927.jpg

20140430-073931.jpg

20140430-073936.jpg

Na minha opinião, um estilo que pode nos inspirar bastante! Além de linda ela tem bom gosto.
Beijos 🙂