Inspire-se: Verão!!

A gente passa o inverno inteiro esperando pelo verão e, quando ele finalmente chega, vamos ser sinceras, ele é quente. O suor, a areia, a água do mar que bagunça nosso cabelo, é difícil se sentir bem e sexy com 40˚C.

Mas, para comemorar essa época de férias, praia e calor, a gente decidiu montar um post-inspiração para entrar no clima!

Espero que gostem!!tumblr_m5011ysmu81qiooc3o1_500 tumblr_n68eghbcZm1qcke8co1_500 tumblr_na77mht27V1rsa5bgo1_1280 tumblr_nadbhc6e2b1sjv04ko1_500 tumblr_nan42mFkCH1sjv04ko1_500 tumblr_nbk3tcaqrS1sruudjo1_500 tumblr_nbm7unebCK1tfom64o1_500 tumblr_ng7pkmrKUr1rkxd6jo1_1280

Advertisements

Homens no calor

Oi gente!
Começou a temporada verão (que talvez dure) e com ela o sofrimento dos trabalhadores.
Hoje as dicas vão para os homens, que ficam torrando com terno e gravata no calor.
Primeiro, se for possível, é uma boa idéia andar sem gravata. Ela esquenta bastante a região do pescoço. Além disso, pode ser bem charmoso a camisa e o terno sem a gravata, contanto que o seu ambiente de trabalho não seja extremamente formal.
Em segundo lugar, vamos falar da camisa. É bem importante pensar no tecido: quando maior a porcentagem de algodão, mais fresco. Uma boa cor é a camisa branca tradicional, que reflete o calor e disfarça manchas de suor. Nesse sentido a camisa azul é proibida! O suor aparece muito.

20131111-204205.jpg
O terno deve ser de um tecido fresco também. A melhor opção é a lã fria, mas a microfibra é uma opção mais barata que também funciona. A cor do terno deve ser clara (cuidado com o bege que pode ser meio brega, uma opção mais quente é o cinza).

20131111-204159.jpg
Camisas de manga curta tão proibidas (por favor). O ideal é ter uma camisa fina que, quando se estiver em situações menos formais, se possa usar sem o paletó e com a manga puxada na altura do cotovelo.
Homem de terno pode ser muito bem vestido e charmoso ou extremamente mal vestido, tudo depende do corte, da caimento e do material que se usa. Vale muito a pena investir em um terno bom e bem ajustado, que faz toda a diferença.

Beijos,
Ana, Mari e Mari 🙂