As grandes marcas e suas … filhas?

É mais do que natural termos nossas marcas favoritas. Com o tempo você começa a entender que a qualidade daquela marca é muito boa, ou que o estilo dessa combina muito com a sua vida, ou mesmo que o custo benefício daquela outra não tem comparação. E aí você cria a rotina de entrar naquela loja toda vez que tenha a mais leve intenção de – talvez, quem sabe – comprar alguma coisa.111
Tão normal quanto é não sentir atração por outra marca. Por exemplo: sempre que eu passo na frente da Le Lis Branc eu vejo uma marca sofisticada, com muita qualidade e roupas lindas. Se eu vir alguém na rua vestida inteira de Le Lis Blanc, provavelmente vou achá-la extremamente bem vestida. Mas sempre que eu entro na loja, nunca acho alguma coisa que me de vontade de comprar. É estranho como devemos culpar tudo isso no estilo que adotamos. Algumas lojas como um todo não combinam comigo.

07_MHG_rio_escola_realengo
Agora, obviamente eu não fui a unica que percebeu isso. Algum marqueteiro muito bem pago também percebeu que essas lojas enormes e que ganham rios de dinheiro podiam ganhar ainda mais se me convencessem a comprar nela. Mas como me convencer sem perder a cliente antiga? Talvez se fizesse uma outra sessão, com roupas de outro estilo? Talvez se eles variassem mais os estilistas? E se eles fizessem uma nova loja? Eles usariam a mesma fabrica, os mesmos recursos, abririam uma nova marca, com um novo nome, novo cheiro, novo estilista e – o que é melhor – um novo público!
É o que muitas marcas fazem.

1t
A Le Lis Blanc, por exemplo, é dos mesmos donos que a John John e a BoBô – todas com estilos extremamente diferentes. A Ellus, marca grande e consagrada, teve uma filhinha com estilo bem mais jovens chamada de 2nd Floor. A Animale tem um bebezinho com roupas que – segundo a vendedora da loja – são bem mais dia-a-dia chamada de FYI e a Reserva, marca masculina de renome, criou a Eva, que vende roupas femininas (e lindas por sinal! a loja em Ipanema é L.I.N.D.A).

1
Esses são só alguns exemplos de marcas que procuram alcançar novos públicos criando novas marcas. Então, se a curiosidade é uma de suas características, a próxima vez que você entrar em uma loja nova, que nunca viu antes, pergunte “de onde é essa marca?”, pode ser que a resposta seja uma de suas lojas favoritas. Ou uma das que você não suporta – só para deixar as coisas mais interessantes.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s